XV Congresso Brasileiro de Cirurgia Oncológica

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

CARCINOMA GÁSTRICO SARCOMATÓIDE RICO EM CÉLULAS GIGANTES DO TIPO OSTEOCLASTOS: UM RELATO DE CASO

Apresentação do caso

Paciente com 85 anos, feminina, hipertensa e com DPOC, procurou atendimento hospitalar por inapetência, astenia e melena há 3 meses. Apresentava-se estável hemodinamicamente, descorada 3+/4. Exames mostraram hemoglobina de 7 g/dL, e endoscopia digestiva alta (EDA) que mostrou área tumoral volumosa em fundo gástrico com coágulos medindo 7 cm, tomografia computadorizada de tórax e abdome evidenciando um espessamento irregular das paredes gástricas em íntimo contato e sem plano de clivagem com o corpo do pâncreas, não apresentava linfonodomegalias ou metástases. Recebeu 3 concentrados de hemácias. Apresentou nova queda hematimétrica sendo indicada cirurgia up-front.
Realizada gastrectomia total com pancreatectomia distal, esplenectomia e linfadenectomia D1. A análise anatomopatológica e o estudo imuno-histoquímico das peças cirúrgicas concluíram, neoplasia pleomórfica com células gigantes atípicas com 11cm, encosta, sem invasão de pâncreas e 0/12infonodos. A Imunohistoquimica mostrou expressão de inúmeras células tumorais de citoceratina 8/18 com positividade para CD68, nas células osteoclasto-simile.
Apresentou boa evolução pós operatória, no 2º dia pós-operatório (PO) evoluiu com leucocitose, confusão mental e piora do padrão respiratório, iniciado Tazocin. No 3o PO foi transferida para a enfermaria, tendo introduzido dieta via oral no 7º dia PO e alta hospitalar no 9º dia. Não realizou quimioterapia adjuvante pela fragilidade, está há 6 meses sem sinais de recidiva.

Discussão

O achado de células gigantes multinucleadas incomumente é relatado em malignidades extra esqueléticas. Pela semelhança dessas células com aquelas nos tumores de células gingantes ósseos, elas são denominadas Células Gigantes do tipo Osteoclastos. O pâncreas e a mama são os órgãos extra esqueléticos mais afetados, raramente, essa neoplasia acomete o estômago, havendo apenas 17 casos descritos na literatura. Ele acomete mais homens do que mulheres (15 casos dentre 17 relatados), idosos de idade média de 71,6 anos. Os sítios predominantemente afetados foram a cárdia e o corpo gástrico. Devido a raridade não se consegue afirmar sobre o prognóstico e tratamento adjuvante sendo tratado na maior parte dos casos como um adenocarcinoma gástrico habitual.

Comentários Finais

É importante o relato de casos raros para aumento do conhecimento da doença e auxílio no melhor tratamento dos novos casos.

Palavras-chave

CARCINOMA GÁSTRICO SARCOMATÓIDE RICO EM CÉLULAS GIGANTES DO TIPO OSTEOCLASTOS, CÂNCER GÁSTRICO

REFERÊNCIAS:
Poulios C, Koletsa T, Goulas A, Karayannopoulou G, Vrettou E, Kostopoulos I. Gastric carcinoma with
osteoclast-like giant cells coexisting with gastrointestinal spindle cell tumor. Case Rep Pathol.
2013;2013:240758. doi:10.1155/2013/240758
Stracca-Pansa V, Menegon A, Donisi PM, Bozzola L, Fedeli F, Quarto F, Nappi O, Pettinato G. Gastric
carcinoma with osteoclast-like giant cells. Report of four cases. Am J Clin Pathol. 1995 Apr;103(4):453-9.

Área

Trato gastrointestinal alto*

Autores

WALLACE MEES, GISELE CAJAMARCA DE MELO, ROGER KRUGER DE LIMA, PATRICIA DA COSTA CAMARA, PAULO VICENTE HOFFMAN, NICKSON DELLA GIUSTINA