XV Congresso Brasileiro de Cirurgia Oncológica

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

RELATO DE CASO: CARCINOMA RENAL COM METÁSTASE PULMONAR TRATADO COM INTERFERON ALFA NA ERA DE TERAPIA ALVO E IMUNOTERAPIA

Apresentação do caso

Homem 64 anos, quadro de hematúria, visto massa em dois terços superiores de rim esquerdo. Submetido à nefrectomia esquerda em outro serviço. Encaminhado para nosso serviço para seguimento oncológico. Anatomopatológico (AP): carcinoma de células renais tipo células claras grau 3 nuclear, margens cirúrgicas livres pT1b. Apresentava na tomografia (TC) de tórax nódulo sólido em lobo inferior esquerdo (LIE). Realizado nodulectomia em LIE, com AP: Adenocarcinoma metastático em pulmão compatível com carcinoma de células claras renais. Realizou tratamento com interferon alfa (IFN-α) 3 vezes por semana, 13 ciclos. Em TC de tórax de reestadiamento manteve nódulo em LIE, sendo então optado por lobectomia. AP: Carcinoma de células claras metastático em pulmão, margens livres. Reiniciado IFN-α 30 dias após cirurgia, 11 ciclos, não evidenciado doença em atividade após exames de reestadiamento. Suspenso IFN-α e mantido seguimento exclusivo até o presente momento, sem evidência de recidiva de doença (58 meses desde o diagnóstico).

Discussão

Carcinoma de células renais (CCR) é responsável por cerca de 4% de todos os tumores sólidos. Em cerca de um terço dos pacientes, o CCR é diagnosticado em estádio avançado; a doença metastática ocorre em aproximadamente 30% dos casos após a cirurgia primária. Metástases de CCR são frequentemente multifocais, comumente envolvendo os pulmões (45%), ossos, nódulos linfáticos, fígado, cérebro e (mais raramente) as outras vísceras e órgãos endócrinos. A era de citocinas introduziu o IFN-α como terapia para o CCR. Estudos antigos demonstraram ganho de sobrevida global com a nefrectomia citorredutora em pacientes, com doença metastática, tratados com IFN-α. Atualmente, a terapia alvo molecular anti-VEGF e mais recentemente, a introdução da imunoterapia tem sido amplamente utilizados em tratamentos de primeira e segunda linha, sendo o IFN-α só utilizado em pacientes selecionados. O tratamento local das oligometástases no CCR, como a cirurgia pulmonar, monstrou ser seguro e oferece benefícios em sobrevivência. A indicação da cirurgia basea-se na função respiratória, extensão da lesão pulmonar e controle do tumor primário.

Comentários Finais

O caso relatado exemplifica um paciente com neoplasia maligna renal com metástase pulmonar tratado com cirurgia e IFN-α, com bons resultados, sem evidência de doença até o momento.

Palavras-chave

câncer renal, oligometastase, interferon

Área

Uro – Oncologia*

Autores

PETRIANE ROCHA MENDES CHAVES, MAYSA LEMOS SIMOSONO, TALITA SPOSITO