XV Congresso Brasileiro de Cirurgia Oncológica

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Preservação de membros em sarcoma de extremidades

Introdução

Os sarcomas são tumores malignos que surgem de origem mesenquimal que compreendem 1% de todas as doenças malignas em adultos. Podem se apresentar em diversos sítios, sendo os tumores de extremidades os mais comuns. Dentre os tipos histológicos o lipossarcomas são os mais comuns. O tratamento curativo envolve cirurgia, associada ou não a radioterapia e quimioterapia, sendo as indicações de amputação de membros cada vez mais raras.

Objetivo

Avaliar o índice de preservação de membros em pacientes submetidos a tratamento cirúrgico para sarcomas de partes moles.

Método

Foi realizada uma análise retrospectiva utilizando-se da revisão de prontuários em um centro de referência oncológica, no período de janeiro de 2019 a março de 2021. Foram selecionados todos os pacientes com diagnóstico de sarcoma partes moles submetidas a tratamento cirúrgico com objetivo de cura. Foram excluídos os sarcomas de partes moles em tronco, retroperitônio e os dermatofibrossarcomas. Os dados foram coletados em planilha de Excel e posteriormente submetidos a análise descritiva.

Resultados

Do total de 15 pacientes com sarcomas, sete (46%) eram sarcomas de extremidades. A idade dos pacientes variou de 23 a 73 anos (média 53,75 anos). O sexo feminino foi o mais comum (75%). Dentre os tipos histológicos, três (42%) foram sarcoma pleomórficos, três (42%) lipossarcoma e um (14%) leiomiofibrossarcoma. Em relação ao grau de diferenciação histológica, seis (85%) eram de alto grau. Do total de pacientes, quatro (57%) foram submetidos a radioterapia adjuvante. Um paciente (14%) foi submetido a radioterapia e quimioterapia neoadjuvante. Das cirurgias realizadas, apenas uma (14%) foi submetida a desarticulação coxo femoral e seis (85%) foram ressecções da lesão com preservação do membro. Durante o seguimento, dois (28%) evoluíram com metástase a distância e dois (25%) evoluíram para o óbito.

Conclusão

Conforme observado o índice de preservação de membros nos sarcomas de partes moles foi de 86%.

Palavras-chave

Sarcomas; Lipossarcomas; Sarcomas de extremidades;

Área

Sarcomas / tumores ósseos*

Autores

LETÍCIA ALMEIDA PONTES, MARIA MARINA LEONARDO ALVES COSTA, BERNADO FONTEL POMPEU, LUIS FERNANDO PAES LEME