XV Congresso Brasileiro de Cirurgia Oncológica

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

LINFADENECTOMIA RETROPERITONEAL ROBÓTICA NO CÂNCER TESTICULAR: RELATO DE CASO

Apresentação do caso

Os tumores testiculares em sua grande maioria são de origem germinativa, podendo esses, serem divididos histologicamente em duas categorias: seminomas e não-seminomas. Alguns tumores não-seminomatosos após quimioterapia adjuvante podem evoluir com massa residual retroperitoneal. A ressecção destas massas se faz necessária na maioria dos casos. A linfadenectomia retroperitoneal de resgate por via robótica é uma boa alternativa à cirurgia tradicional aberta, pois reduz o tempo de internação, minimiza riscos de sangramento, acelera a recuperação pós-operatória e reduz a morbidade peri-operatória. Assim, apresentamos o caso de paciente masculino de 27 anos submetido a orquiectomia à direita cujo anatomopatológico evidenciou tumor não-seminomatoso misto, composto por carcinoma embrionário e teratoma maduro. Após quimioterapia, mantinha massa residual retroperitoneal, onde foi submetido à linfadenectomia retroperitoneal robótica de resgate.

Discussão

Tumores testiculares não-seminomatosos tendem a disseminar para cadeias linfáticas retroperitoneais, alguns deles podem ser quimiorresistentes, como é o caso do teratoma. O diagnóstico de massa residual é realizado através de imagem e de pesquisa de marcadores tumorais séricos. A ressecção completa das massas residuais é fundamental para a cura do paciente.

Comentários Finais

Tumores de células germinativas não-seminomatosos disseminam com frequência para linfonodos retroperitoneais. Após orquiectomia e tratamento adjuvante quimioterápico, as massas residuais precisam ser ressecadas, e a linfadenectomia retroperitoneal robótica, que vem apresentando cada vez mais destaque, é uma alternativa à via aberta para remover as lesões neste sítio.

Palavras-chave

Câncer Testicular; Orquiectomia; Linfadenectomia Retroperitoneal Robótica de Resgate.

Área

Uro – Oncologia*

Autores

MANOELA DALWITTE ALVARENGA, PAULA COSTA FURTADO, JULIA BERTUCI PEREIRA, FABIANO BEZERRA MENEGIDIO, ELINEY FERREIRA FARIA, DANIEL COSER GOMES, STÊNIO DE CASSIO ZEQUI