XV Congresso Brasileiro de Cirurgia Oncológica

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

EXENTERAÇÃO PÉLVICA DEVIDO TUMOR DE CECO E FÍSTULA RETO-VAGINAL: RELATO DE CASO

Apresentação do caso

Introdução: o câncer ocupa lugar de destaque entre as doenças crônicas não transmissíveis, sendo a neoplasia colorretal o tipo mais comum de câncer do trato gastrointestinal, mais frequente nas regiões do reto e sigmoide. O adenocarcinoma corresponde a 95% dos subtipos histológicos do cólon. Para o Diagnóstico e seguimento dos pacientes é importante a realização de toque retal, exames de imagem e marcadores tumorais e o tratamento varia dependendo da profundidade e extensão da lesão. Objetivo: relatar o caso de uma paciente com adenocarcinoma de ceco moderadamente diferenciado e seu seguimento através da exenteração pélvica.

Discussão

Descrição do caso: A.J.F.P, 38 anos, sexo feminino, procurou o ambulatório de cirurgia ginecológica com uma fístula reto-vaginal e alteração em ultrassonografia endovaginal. Ao exame físico, mostrou dor à palpação da região anexial direita, suspeitando-se de nódulo sólido em anexo direito, sendo solicitado novos exames e risco cirúrgico. Após alguns meses, paciente retorna com diarreia persistente e perda ponderal. Os exames apresentaram-se alterados: no ovário esquerdo houve formação cística, lesão expansiva e heterogênea, podendo corresponder a aspecto neoplásico; com invasão do íleo terminal, bexiga e reto. Foi encaminhada ao ambulatório de Cirurgia Oncológica, confirmando posteriormente neoplasia de cólon com aparente acometimento de anexos e bexiga. Paciente foi submetida à laparotomia para avaliação tumoral, sendo necessário colectomia direita, retossigmoidectomia, cistectomia parcial, colpectomia parcial, histerectomia com salpingooforectomia bilateral e linfadenectomias pélvicas e retroperitoneal. Obteve alta hospitalar no 8° dia do pós-operatório, porém após 25 dias apresentou sinais de infecção na ferida operatória e necessitou de internação novamente. Segue aos cuidados hospitalares.

Comentários Finais

Considerações finais: é fundamental abordagem cirúrgica em adenocarcinoma de ceco com invasão de estruturas adjacentes a fim de reduzir riscos de metástases.

Palavras-chave

cirurgia oncológica; exenteração pélvica; neoplasias colorretais.

Área

Oncoginecologia*

Autores

THIAGO GIURIATO, CARLOS ALEXANDRE MENEGHELLI, VALENTINA TELLES, VICTORIA CARRERA, ABRAÃO PRADO